terça-feira, 4 de julho de 2006

EU GOSTO DE FOLCLORE!!!!

Até ao final da década de setenta o folclore era um elo importante de ligação entre as nossas povoações. Muitas das vezes ao fim de um dia de trabalho árduo no campo lá se ia para um baile de concertina. Vinham de Bico, de Travassos, da Miranda ou de outro sítio qualquer, o que interessava era a alegria e o prazer de dançar ao som de concertinas e castanholas...

Chegou a década de oitenta e com ela chegaram os conjuntos e as bandas, nessa altura dançar o vira ou a chula era para os "saloios parolos" e até os membros das comissões de festas diziam "vamos meter um rancho para os velhotes".

Há uns anos a esta parte surgiram as escolas de concertina e com elas o interesse dos mais novos. Hoje em dia, já reparamos em miúdos com doze, treze anos a serem verdadeiros especialistas a tocar concertina. E se dúvidas existissem em relação ao folclore de hoje em dia, basta ir ao S. João D’Arga, a S. Bartolomeu, à Peneda ou as Feiras Novas para reparar em moças e moços vindo de meios rurais ou até de grandes centros urbanos a quererem dançar o vira a chula ou a rosinha.

Foi nesse intuito que falando com vários amigos resolvemos formar uma rusga para levarmos ás festas de S. Bartolomeu (Ponte da Barca) intitulada "Os amigos do Alto Lima". Cerca de meia centena de pessoas, a maior parte das três freguesias, e lá fomos até Ponte da Barca.

Já passava da uma da manhã quando subimos ao palco num clima de grande animação, onde nos foi ofertado um garrafão de vinho, uma broa de milho e um presunto, rapidamente devorado por todos os presentes no largo da igreja ao som das concertinas, violas, pandeiretas, castanholas, etc.... ficou a promessa de voltarmos este ano com a mesma alegria e amizade! Assim seja!

5 comentários:

Paulo Sousa disse...

Bom dia,

Parabéns pelo texto, está fantástico! Este exprime muito bem a revitalização das raízes etnográficas das nossas freguesias! É muito bom poder ver que os jovens estão a dar continuidade às tradições, ao convívio popular.

Um grande abraço,
Paulo Sousa

Sandra Mendes disse...

Parabéns pelo texto Paulo!
Esta foi uma noite engraçada, pelo menos serviu para juntar o pessoal e isso é que é importante!

Anónimo disse...

MORO NO PORTO MAS VOU SEMPRE ÁS FEIRAS NOVAS,DE FACTO UMA FESTA FANTÁSTICA TODA GENTE A DANCAR NA RUA ,TANTA ALEGRIA!!
E JÁ SEI DANÇAR O VIRA!!
BEIJOS....EXCELENTE BLOG!!

Anónimo disse...

parabens pelo texto e para quem o fez, de facto esta fantastico...um beijão para o paulo pereira

Anónimo disse...

Um texto bem escrito tenho dúvidas em relação à pessoa que elaborou (Paulo Pereira)