sexta-feira, 10 de março de 2006

Terra minha...

Quando a brisa se eleva,
Derrama o perfume desta terra,
Esta que eu amo!
Paraíso de um sonho...
Acalentado por muitos mortais,
Que por aqui passaram, passam...
Quem sabe? Os que passarão!
Nada se transforma, tudo se converte,
Do esforço deste pobre homem,
Que tudo deu, transpirou, morreu,
Ao esculpir estes relevos,
Leiras do meu pensamento!
Que o esgotou, relegando-nos,
A maior riqueza deste povo,
De que todos nos orgulhamos,

E vivenciamos!

Paulo Sousa, 2000

2 comentários:

nosos4 disse...

ESTOU A GOSTAR MUITO NAO PAREM , QUERO MAIS FOTOS DAS NOSSAS ALDEIAS DO VALE DO LIMA.

VAO AO BLOG DA SALOIA QUE TB E MUITO BOM

tulisses disse...

poucas vezes ouvi falar de Rendufe, mas das que ouvi a imagem criada foi a de um verdadeiro paraíso...

e o vosso blog demonstra-o (ou tenta, já que até inspira poemas!!!)